Vereador aplaude Dra. Olívia pelos seis anos como delegada no Município

Publicado em: 07 de outubro de 2019

O vereador Celso Ávila (PV) é autor de moção de aplauso à delegada Olívia Fonseca pelos trabalhos prestados frente à Delegacia de Defesa da Mulher de Santa Bárbara d’Oeste por um período de seis anos. Escrivã de Polícia durante dois anos, foi aprovada em concurso de provas e títulos para o cargo de delegada, tomando posse em agosto de 2012. Em 2013, a pedido, foi transferida para Santa Bárbara d’Oeste, onde assumiu como titular da Delegacia de Defesa da Mulher.

“Com apenas um ano no cargo de Delegada de Polícia, foi a responsável por conduzir as investigações acerca do sequestro do bebê Gabriel, caso que repercutiu no país inteiro e causou comoção nacional. Na ocasião, o bebê foi localizado em menos de 45 horas e as três sequestradoras foram presas em flagrante”, afirmou. Além da Delegacia da Mulher, ela também respondeu eventualmente por outras unidades. À frente do 3º Distrito Policial, em menos de dois meses, ela identificou e prendeu o autor de homicídio, cujo caso estava sem solução desde 2012. “Por essa prisão, se fez possível a identificação de ao menos cinco outros homicídios de repercussão ocorridos na região, todos praticados pelo mesmo autor. Por esse feito, foi novamente elogiada pelo Delegado Geral de Policia, após crivo do Egrégio Conselho da Polícia Civil”, destacou.

Celso Ávila também destaca que, à frente do Plantão Policial, juntamente com a equipe que comandava, foi a responsável pela localização de 350 quilos de droga que estavam armazenadas em um caminhão, com a prisão de dois traficantes. Na época, foi considerada a maior ocorrida na região e a maior ocorrida no município de Santa Bárbara d’Oeste. Na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), passou a dedicar-se ao enfrentamento da violência doméstica, integrando como membro de honra o Conselho da Mulher, tendo participado de vários eventos, difundindo a Lei Maria da Penha.

O parlamentar ressalta, ainda, que Dra. Olívia foi idealizadora da criação da Patrulha Anjo da Guarda da Mulher, que acompanha as mulheres sob acompanhamento de medida protetiva no Município. Ele destaca também que esse projeto foi incorporado pelo Conselho da Mulher e virou lei, através da Câmara Municipal de vereadores.


Publicado por: Fernando Campos - Mtb 39.684

Cadastre-se e receba notícias em seu email